• Time - BoardUp

Os 9 passos do intraempreendedorismo - empreendedorismo corporativo!

Atualizado: Jun 4


Neste post você vai aprender de forma simples e objetiva a como colocar em prática, no seu dia a dia de trabalho, o empreendedorismo.


Isso mesmo!


E isso é importante para você porque pode ser um excelente primeiro passo para você entender como a lógica do empreendedorismo funciona, como esse “pensar empreendedor” pode mudar a forma de você organizar seus projetos e principalmente… para você entender a importância de conhecer muito bem pra quem você está fazendo o que está fazendo.


Boa leitura.



gif


O que é o intraempreendedorismo, afinal de contas?


Uma oportunidade!


Exatemente isso... é uma oportunidade de aprendizado para você que está trabalhando no mundo corporativo e deseja se tornar empreendedor um dia.


Além de ser uma excelente ferramenta de aprendizado para você, as empresas cada dia mais se atentam a esse tipo de prática entre seus colaboradores justamente porque todos saem ganhando nessa história.


A empresa que você trabalha irá ganhar um capital intelectual extremamente interessante porque pode ser a primeira vez que projetos são desenvolvidos de área para área colocando quem será diretamente impactado por ele como centro do processo de desenvolvimento de tudo que está sendo feito.


E isso vai totalmente de contramão ao velho corporativismo autoritário em que ideias são colocadas em execução, muitas vezes sem sequer mapear quais são as verdadeiras necessidades para a sua implementação.


Por isso, simplesmente, não há motivos para você não tentar, ao menos, aplicar todas as práticas que você irá aprender aqui, neste post, no seu dia a dia de trabalho.



Como eu estruturo, então, um passo a passo para desenvolver isso dentro da minha empresa?


Essa parte é um pouco delicada porque essencialmente trata-se do empreendedorismo corporativo como uma oportunidade para você inovar dentro da empresa que você atua como se fosse dono do negócio.


Porém, isso é muito superficial frente ao que pode ser feito por você em termos de aprendizado.


Veja bem, toda essa cultura de pertencimento à empresa é fundamental como elemento propulsor da cultura e isso é fundamental para o dono do negócio, que neste caso, ainda não é você.


Por isso, os pontos que serão abordados a partir de agora terão foco 100% em desenvolver uma trilha para que você possa seguir e aprender de forma profunda como cada passo se assemelha a sua futura jornada empreendedora.


Vamos lá então?



gif


Passo 1


O primeiro ponto que você precisa se atentar diz respeito às oportunidades mais próximas e mais fáceis a serem exploradas por você.


E para isso é importante que você defina a área mais próxima a sua, ou seja, aquela que você tem mais abertura, que você realize mais tarefas em conjunto e que há mais demanda entre vocês. Isso será fundamental para você conseguir executar todos os próximos passos.


Passo 2


Perfeito, vamos supor que você tenha escolhido o setor de logística da sua empresa como o local para desenvolver um projeto que busque uma melhoria entre a sua área com a logística.


E a partir de agora você mapeará todos os principais problemas e oportunidades de melhoria que você enxerga entre as áreas. Liste todas elas, separando bem o que é um problema do o que é uma oportunidade de melhoria.


O processo que você está executando aqui é muito similar a uma análise de mercado, em que você está mapeando os pontos problemáticos deste mercado e também os pontos que já estão bons, mas que você acredita que poderia ser melhor.


Mas, atenção!


Tudo isso são apenas hipóteses… ou seja, através de um conhecimento e/ou experiência você mapeou todos esses pontos que você acredita ter alguma oportunidade.


Passo 3


E aqui você já vai aprender a mais valiosa lição do empreendedorismo - nós, empreendedores ou empreendedoras, não fazemos absolutamente NADA porque achamos que é legal, porque achamos que é uma boa ideia, porque temos certeza que é uma ideia genial.


Todo negócio precisa ser construído em cima de uma oportunidade de negócio real e para isso ser possível, é preciso que você valide.


E é exatamente isso que você vai fazer neste terceiro passo - uma pesquisa de validação.


A ideia é você conseguir traduzir todas essas hipóteses mapeadas por você, no passo dois, em perguntas que serão respondidas pelo time de logística.

E para isso, é muito importante que você saiba desenvolver uma excelente pesquisa de mercado, organizando ela no melhor formato que faça sentido pro momento e pro público que você irá abordar.


Isso e muito mais você encontra nos materiais feitos pela BoardUp sobre empreendedorismo e vendas, exclusivos para você.


Basta clicar e baixar agora mesmo estes materiais 100% gratuitos.





Paso 4


Agora que você já estruturou a pesquisa que melhor consiga validar suas hipóteses, está na hora de você desenvolver muito bem o “avatar da logística" da sua empresa.


É como se você estivesse mapeando uma oportunidade de negócio em um segmento B2B, mapear esse perfil da empresa que será seu cliente é fundamental tendo em vista que existem diferentes níveis de maturidade e foco que variam de empresa para empresa.


No seu caso, de área para área.


Passo 5


Quando você chegar nesse quinto passo, você já terá em mãos duas coisas extremamente valiosas - uma oportunidade mapeada (você analisar quais das hipóteses melhor foi aceito pelo time da logística, ou seja, o que é de maior valor para eles) e o perfil da área construindo, levando com consideração o direcionamento do negócio, como um todo (assim como as tendências de um mercado).


E a partir de agora o seu trabalho irá girar em torno de desenvolver o primeiro escopo de como poderia ser essa solução entregue ao time da logística.


No papel mesmo, nada de perfumarias, seja prátic@.


Passo 6


Perfeito, agora vamos para uma segunda rodada de validação. Você vai levar essa primeira proposta para o time da logística e literalmente vai deixar eles criticarem ao extremo tudo. Você não vai defender absolutamente nada.


Você vai levar porrada!


Exatamente isso que você leu.


Aqui, além de aprender a moldar a sua solução com base na voz e expectativas do seu consumidor (time da logística) você irá aprender uma valiosa lição - validar não é hora de vender, validar é hora de escutar e se desapegar da sua ideia/proposta de solução.


Se alguém realmente conseguir provar para você, com bons pontos que você estava tomando um direcionamento equivocado, você simplesmente vai anotar e vai pensar em como mudar isso depois.


Nada de defender uma ideia, tá legal?


Passo 7


O minimo!


Com base nesse processo de validação você irá, a partir de agora, desenvolver uma solução mínima para que a logística possa utilizar e novamente dar sugestões de melhoria, só que dessa vez pautada em uma utilização prática da solução que você pretende entregar em um futuro próximo para eles.


Passo 8


A partir de agora você vai entrar em um processo iterativo.


Ou seja, você vai realizar as mudanças necessárias nesse produto mínimo até que ele tenha maturidade o suficiente e principalmente até que ele seja desejado (no seu estágio final, ou seja, não apenas como um mínimo produto viável) por todos da logística.


Em outras palavras, você tem uma venda mapeada.

Olha só como as coisas se conversam.


Passo 9


Pronto, a partir de agora você recolherá recursos (investimento) ou conhecimentos necessários para o desenvolvimento do produto final a ser entregue para a logística.


As futuras melhorias poderam ser feitas por você seguinto o mesmo processo estruturado anteriormente!



Simples, objetivo e principalmente… POSSÍVEL!

O passo a passo para você desenvolver um projeto pautado no empreendedorismo corporativo está aí, é só começar e você vai ver as oportunidades de aprendizado que você terá ao longo de todo esse processo.


É claro que só podia ser mais um conhecimento da BoardUp para você.

Até o próximo post!



CLIQUE AQUI e dê o seu primeiro passo para começar a empreender!

Muito obrigado pela leitura! Se você gostou, compartilhe!


Estar bem informad@ não é impossível!


Empreendedorismo? BoardUp!



#tinhaqueserBRASILEIRO

#empreendedorismo #boardup #intraempreendedorismo #empreendedorismocoporativo