• Time - BoardUp

Como conquistar clientes em plataformas existentes


RESUMO: Saiba como usar plataformas como Ifood, Mercado Livre, Amazon, Magazine Luiza, Submarino, Play Store, Facebook, Instagram, LinkedIn ou qualquer outra para conseguir chegar até os seus clientes de forma orgânica!


gif


Plataformas de vendas e redes sociais como as citadas acima mudaram totalmente a forma de vender e de conquistar novos clientes, alterando até a forma de interagirmos no dia a dia.


Mas até aqui, nenhuma novidade, não é mesmo?


E garanto que você já deve estar de saco cheio de tanto ouvir truques mirabolantes de como ter mais resultados nessas plataformas...


Sendo bem honesto com você, é muito mais simples do que você imagina.


Então vamos direto ao ponto! Entender exatamente como essas plataformas funcionam e como você pode utilizá-las, não só para intermediar as suas vendas, mas sim como forma de captar novos clientes.


Para isso, temos de dividir as plataformas em 2 grandes grupos... As REDES SOCIAIS e os MARKETPLACES, pois a abordagem em cada uma deve ser feita de forma diferente, já foram construídas com objetivos diferentes.



MARKETPLACES


Um marketplace como o Mercado Livre, Amazon e até o próprio Ifood, não são nada mais que uma plataforma digital que permite que você utilize toda a infraestrutura dela para vender os seus serviços ou produtos... fornecendo meios de pagamentos, recuperação de carrinho, envio de avisos, logística, dentre outras soluções necessárias.


E frente a tudo isso, você deve ter uma grande certeza! O maior objetivo dessas plataformas é te ajudar a vender cada vez mais.... Pois quanto mais você vende, mais elas ganham! Então a veja como uma grande aliada!


Mas para deixar que ela te ajude... Você precisa saber como “jogar o jogo da plataforma”... que vou detalhar mais para frente.



REDES SOCIAIS


As Redes Sociais como Facebook, Instagram, LinkedIn, dentre outras, podem até ter soluções que permitam você já fazer uma venda dentro dela, ou seja, receber pagamentos a ponto de intermediar vendas como uma espécie de Marketplace.... Mas entenda que esse não é o seu objetivo...


O principal objetivo das Redes Sociais é gerar interação e consumo de conteúdo, pois quanto mais seus usuários se tornam ativos, mais informações irão conseguir coletar e definir o perfil de cada um, podendo assim, oferecer mais conteúdo e propagandas pertinentes.


Então se estamos falando de uma estratégia orgânica de captação de clientes para o seu negócio e sabemos que a distribuição de conteúdo não atinge tantas pessoas quanto queríamos, a não ser que você impulsione suas publicações, é necessário você saber jogar o jogo das plataformas.


Veja só!



COMO JOGAR O JOGO DAS PLATAFORMAS


gif

Para saber como jogar o jogo das plataformas, você tem que primeiro de tudo entender que por trás de toda plataforma existe um algoritmo, responsável por tomar as decisões de quais publicações recomendar para cada usuário, no caso das redes sociais, e quais produtos colocar no topo da lista quando falamos de marketplaces.


Então, o seu trabalho, deve ser identificar quais fatores o algoritmo da plataforma que você usa leva em consideração, para que você torne o seu produto, serviço ou postagem ainda mais relevante.

DESVENDANDO O ALGORÍTIMO DA SUA PLATAFORMA



gif


Agora eu sei que você deve estar se perguntando... “Quais fatores que a plataforma que eu uso leva em consideração? E como eu descubro isso?


Bom... Vamos lá que, que vou te passar o caminho das pedras!


Primeiro vamos falar dos marketplaces e logo em seguida falaremos sobre redes sociais e seus obstáculos.



MARKETPLACES:


Lembra do que eu te falei lá em cima? Os marketplacles querem te ajudar ao máximo nas suas vendas.... pois quanto mais você vende, mais eles ganham.


E é por isso que essas plataformas costumam a ter dentro de seu site áreas que literalmente ensinam os seus usuários a apresentar seus produtos ou serviços de forma a se tornarem cada vez mais atrativas! Mostrando desde dicas de como tirar as fotos do seu produto, como até escrever uma boa descrição ou qualquer outra coisa que impacte positivamente nas suas vendas.


Veja por exemplo a Central de Vendedores do Mercado Livre que faz exatamente isso, dando diversas dicas para seus usuários. [Clique aqui para acessar a Central de Vendedores do Mercado Livre]


Então... Não crie teorias complexas e estratégias mirabolantes... Pois fazendo muito bem o “feijão com arroz” e seguindo as dicas deles, facilmente você conseguirá crescer de forma constante.


Mas não esqueça do mais importante que as plataformas não ensinam.... Como você descobre quem realmente é o seu consumidor ideal... Pois será sempre baseado nele e em seus padrões de consumo que você tomará decisões dentro do seu negócio!


Por isso, sempre recomendo acessar o Material do Método Up Empreendedor para que você consiga definir muito bem quem é o seu consumidor ideal!


[Clique aqui e tenha acesso ao Material do Método Up Empreendedor]


Outro ponto extremamente importante ler o regulamento da plataforma! Sempre está bem claro o que não pode ser feito... E confia em mim... Você corre muito risco de queimar totalmente a sua reputação se não a segui-lo à risca!


E como sempre! Agora vai uma sacada que pode mudar o jogo totalmente ao seu favor!


A maioria dos vendedores consideram que seu trabalho acabou logo que é feita uma venda... pois seu objetivo de vender foi concluído... Porém acredite em mim que esse é um dos maiores pecados para quem quer empreender, ainda mais quando se utiliza um marketplace.


Veja só!


Mais de 90% dos Marketplaces apresentam primeiro os produtos e serviços mais bem avaliados... e eu sei que até aí não é nenhuma novidade... Mas você já reparou que essa avaliação só é liberada para você fazer, posteriormente o recebimento do produto ou execução do serviço?


Pois é... E é ai que vem a grande sacada! Repara só...


A maioria dos consumidores que recebem um produto/serviço ruim ou que não atendeu as suas expectativas tendem facilmente a fazer uma reclamação e avaliam mal aquele vendedor ou seu produto/serviço.


Porém, o mesmo não acontece quando o produto/serviço é bom e atendeu as expectativas... Pois os consumidores têm menos estímulos a fazer boas avaliações, pelo simples fato daquilo não ter gerado uma ansiedade ou até uma alteração no seu estado de espírito que o leve a tomar essa ação.


E é bem aqui que está a grandeoportunidade para quem utiliza marketplaces!


Basta você estruturar muito bem um Pós-Venda utilizando o Gatilho Mental da Reciprocidade, ou seja, entrar em contato com o seu cliente após a venda, pedindo para que ele possa te avaliar e compartilhar como foi sua experiencia usando o seu produto ou serviço, apresentando para ele o quanto essa avaliação te ajuda, tanto como empresa, como empreendedora ou empreendedor.


E “apele” para o lado humano do seu cliente, ou seja, não enumere as razões pelas quais a avaliação dele é importante para você, mas sim conte para ele o quanto a avaliação dele te ajuda a crescer e conquistar os seus objetivos e de seus colaboradores... Tornando a ação de avaliar uma tarefa que dará ao seu cliente uma sensação de estar ajudando o próximo!


Confie em mim.... Isso funciona muito bem!


Agora... Vamos falar um pouco de Redes Sociais!



REDES SOCIAIS:


Quando começamos a discutir o que funciona melhor em cada rede social, diversas teorias aparecem e confesso que a maioria fica perdido em saber o que esta certo, o que está errado e o que realmente deve fazer...


Por isso, vim aqui de uma vez por todas resolver isso.


De bate e pronto te digo que não adianta... Não existe um jeito certo... Mas existem técnicas que podem muito te ajudar a alcançar cada vez mais clientes.


E tenho que te alertar que importa sim quanto seguidores você tem, quando likes e comentários você recebe em cada post e quantos usuários interagem com o seu perfil quando falamos de captação de clientes de forma orgânica.... Mas muito cuidado!


De nada adianta milhares de interações e seguidores, se eles não são semelhantes ao seu cliente ideal... Por isso que comprar seguidores, likes e visualizações não funciona.


Isso só faz com que o algoritmo da rede social que você usa fique ainda mais confuso e não entenda para quem ele tem que distribuir o seu conteúdo, tornando praticamente impossível você conquistar novos clientes de forma orgânica.


E agora, como sempre... Vou te dar uma ótima sacada que você pode usar agora mesmo para saber o que funciona bem para chegar até o seu cliente.


Primeiro de tudo você deve mapear muito bem quais são os outros perfis que se comunicam muito bem com o público de clientes que você quer abordar e possui um forte engajamento, ou seja, um alto volume de comentários, likes e seguidores.


Depois de levantar pelo menos uns 5 perfis, analise os últimos 20 a 30 posts de cada um deles e monte uma lista que começa pelos que mais geraram engajamento, até o que gerou baixo engajamento.


Eu sei que isso pode dar trabalho.... mas confiem em mim que em um dia você consegue fazer isso e essa pode ser a sacada que vai mudar o jogo a seu favor!


Depois disso, pegue os primeiros posts que analise bem o conteúdo deles... Desde as tags relacionadas, hashtags usados, tipo de postagem (vídeo, imagem criada, banner, foto, carrossel, vídeo curto, ...), texto, gatilhos mentais utilizados, assunto abordado, como foi abordado e até a data que foi postado (levando em consideração dia da semana, horário e se houve feriado ou não!)


Veja se você encontra alguns padrões, ou seja, fatores que se repetem e que você poderia usar para se comunicar de forma melhor com o seu público, entregando algo que seja pertinente aos olhos deles.


E não se esqueça de fazer a mesma coisa para posts que tiveram engajamentos baixos, a fim de identificar o que você não deve fazer!


Lembre-se de algo muito importante! As redes sociais só são fortes pelo fato do ser humano ter uma necessidade básica de interagir e se sentir pertencente a algo... E muitas vezes esse “algo” é um grupo de pessoas que anseiam por uma mesma coisa e buscam um mesmo objetivo... que aos olhos de uma boa empreendedora ou um bom empreendedor se torna um nicho de mercado a ser explorado.


Mas muito cuidado como você vai abordar esse mercado, pois nas redes sociais a maioria do público está lá simplesmente para interagir e não ficar reagindo a oferta de produtos e serviços.... então muito cuidado para não virar mais um perfil chato que só fica tentando vender, ao invés de criar fortes relações com seus clientes.



USE OS RECURSOS DA PLATAFORMA A SEU FAVOR



gif


Aqui serei direto e reto!


Conheça muito bem a plataforma que você usa! Pois ela, com toda certeza, pode se tornam uma grande ferramenta de vendas para você e seu negócio!


Então saber o impacto que ter colocar uma boa descrição, ou até escolher as tags certas relacionadas ao seu público ou produto/serviço é de extrema importância!


Veja só o Impacto que um simples hashtag [#] tem no Instagram.... O hashtag simplesmente diz ao algoritmo quais termos/assuntos estão relacionados a sua publicação e assim, facilitará para ele distribuir seu conteúdo para pessoas que vejam aquilo como algo relevante.


Então pare de vacilar e comece a ver as plataformas de marketplace e as redes sociais como fortes Canais de Aquisição de Clientes! E não apenas uma ferramenta de intermediação de vendas ou como um catálogo virtual!



EXTRA: USE GATILHOS MENTAIS E SEJA HUMANO!



gif


Gatilhos Mentais já não são novidade... Mas não é por isso que eles deixaram de funcionar... na verdade, os gatilhos ainda são extremamente fortes e devem ser utilizados, pois afetam diretamente o lado humano de cada pessoas, seja com gatilhos mais racionais ou mais sentimentais.


E fique atenta/atendo que logo postarei aqui no BlogUP o melhor guia de Gatilhos Mentais para empreendedores!


Então não deixe de usá-los para atingir seus objetivos quando falamos de Aquisição de Clientes! Porém sem perde a integridade!


E digo mais! Integridade é uma das melhores formas de fidelizar seus clientes!


Além disso, não se esqueça de também se comunicar de forma mais humana com o seu cliente, fazendo com que ele se sinta interagindo realmente com uma pessoa do outro lado e não apenas uma empresa que só quer vender...


Isso pode até parecer um pouco besteira... mas pense bem nos lugares onde você foi melhor atendido. Te garanto que ou teve suas necessidades rapidamente resolvidas ou teve um atendimento mais humano e acolhedor.


Isso porque valorizamos muito a rápida solução de nossos problemas e nos sentimos a vontade em ambientes ou em momentos que interagimos com outras pessoas, tanto que, grandes empresas como a Magazine Luiza tem investido muito na “humanização” da sua atendente virtual que não é nada mais que um robô.


E lembre-se!


Usar plataformas já existentes é um dos meios mais simples de se apresentar a novos clientes e conquistá-los!